Torne-se protagonista da sua carreira

Geraldo Rufino, empreendedor, escritor, palestrante e fundador da JR Diesel, palestrou na manhã do terceiro dia de RH Summit sob o tema Se torne protagonista da sua carreira profissional.

Geraldo Rufino, empreendedor, escritor, palestrante e fundador da JR Diesel, palestrou na manhã do terceiro dia de RH Summit sob o tema Se torne protagonista da sua carreira profissional.

image4-4

Geraldo iniciou sua carreira como office boy e chegou a diretor de uma empresa. Posteriormente, virou empreendedor do próprio negócio milionário.

O bate-papo serviu como grande inspiração para todos os profissionais de RH. O colaborador dessa área ajuda a construir as bases da empresa.

“RH são pessoas preparadas para trabalhar pessoas” – Geraldo Rufino

Rufino foi incentivado pelo RH a dar o melhor de si mesmo. Ele pegou esse propósito e foi crescendo dentro da empresa, sempre dando sua melhor versão.

Aprendeu que poderia trabalhar para ele mesmo e não para os outros, e foi o RH que o incentivou a fazer isso, bem como a entender a cultura, os valores e o propósito da empresa.

Com o fim da pandemia e a entrada do novo normal, a área de Recursos Humanos vai ganhar um protagonismo ainda maior. É o RH que vai deixar as pessoas fortes emocionalmente para irem para a próxima fase.

“Você faz o melhor de você e do lado, onde você menos espera, tem alguém olhando” – Geraldo Rufino

Quando o RH consegue criar um time alinhado com os propósitos da empresa, preservando a cultura, as pessoas começam a ser empreendedoras dentro da organização. Ter uma postura de empreendedor dentro de uma empresa que não é sua é muito importante.

A curadora da palestra também apontou essa questão como essencial, e salientou que as pessoas devem trabalhar independentemente da empresa estar olhando para elas. Quando isso é feito da melhor maneira possível, o colaborador evolui por conta própria e colhe os frutos mais tarde.

Durante a conversa, também foi abordada a questão do currículo e de como ele deve servir apenas como um complemento dos profissionais. O que as pessoas são de verdade não cabe no papel!

O currículo traz os cursos e treinamentos feitos, mas os propósitos, valores e vivências estão no que a pessoa diz durante a entrevista. Por isso, é importante deixar o candidato falar e se soltar. Conhecendo mais sobre a pessoa, é possível montar times muito mais fortes e se destacar como profissional de RH.

“RH é que nem família: é a base!” – Geraldo Rufino

Em relação ao preconceito geracional que existe em muitas empresas, é preciso que o RH assuma uma posição frente a essa questão. Subestimar os indivíduos por conta do seu gênero, cor da pele ou idade é um erro muito grande.

As pessoas não ficam ultrapassadas; o que fica ultrapassado são as técnicas, processos e a tecnologia utilizada. Os colaboradores com idade mais avançada têm vivências, experiências… muitos até já tiveram seu próprio negócio. Esse conhecimento é muito mais importante para uma empresa que quer se destacar.

As novas tecnologias, por exemplo, podem ser aprendidas. Com motivação e gás, não existe idade para aprender a parte técnica. Por esse motivo, o RH tem que assumir o seu papel e ter força para mudar a cultura de preconceito geracional.

“O exemplo arrasta!” – Jéssica Martins

Também foi ressaltado ao longo do bate-papo que o RH não pode ficar cobrando coisas que não entrega. A questão de terceirizar as responsabilidades para as lideranças é completamente errada.

“Seja você o exemplo!” – Geraldo Rufino

O palestrante também abordou a questão da família e dos valores que trouxe de berço. Na visão dele, não há melhor treinamento do que reconhecer que as pessoas da sua casa são diferentes. É preciso conviver com o diferente desde cedo, no próprio lar, com respeito e tolerância.

As pessoas precisam ser reconhecidas como boas e diferentes simultaneamente. Com isso, é possível aprender muito mais, acumular vivências e ser um profissional muito melhor para você, para sua empresa e para os seus colegas.

Em relação aos desafios encontrados durante a seleção e recrutamento de pessoas, é preciso saber quais profissionais estão dispostos a estar com a empresa. Isso significa que o principal ponto de uma entrevista é o entendimento de que o candidato tem lealdade e propósitos alinhados com o da empresa. Na visão do palestrante, isso é muito mais importante do que os conhecimentos técnicos.

Os pilares mais importantes da empresa de Rufino são o carinho, a humildade, a gratidão, o pensamento positivo e a disciplina. Eles devem estar no dia a dia da empresa, inclusive nos momentos mais difíceis.

Chegando ao final de um bate-papo muito produtivo, abordou-se a questão das empresas familiares e empreendedores que contam com a família dentro do negócio. É importante entender os valores da família e colocar os parentes no mesmo nível de carinho e disciplina que os outros colaboradores.

Por fim, o palestrante deixou uma mensagem para os líderes de empresas que desejam inspirar seus colaboradores: é preciso saber aproveitar a liderança e absorver o poder que é dado pelas pessoas. Com isso, é possível incentivar, criar paixão nos colaboradores e motivar quem está à sua volta.

“Quando você tem paixão pelo que faz, você não cansa” – Geraldo Rufino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *