Qual é a diferença entre chefe e líder e as características de cada um?

Entenda a diferença entre chefe e líder e saiba como motivar a sua equipe a conseguir melhores resultados. Leia agora no blog da Flash!

Você certamente já ouviu falar que existe uma diferença entre um chefe e um líder, não é mesmo? Talvez tenha até experimentado em primeira mão como essas duas maneiras de exercer um mesmo cargo podem impactar a produtividade de um profissional. 

A verdade é que, ainda que um chefe e um líder estejam em posição de destaque na organização, suas ações têm desdobramentos muito diferentes, que influenciam, por exemplo, a forma como as tarefas são delegadas, a comunicação entre equipes e até mesmo a satisfação de colaboradores com seus ambientes profissionais. 

Neste artigo, falamos um pouco mais sobre qual é a diferença entre chefe e líder e qual é o seu impacto para a produtividade de uma empresa. Continue acompanhando os próximos tópicos! 

Chefe e Líder

O que é um chefe?

O termo “chefe” serve para designar uma figura de autoridade dentro da hierarquia corporativa. Profissionais com perfil de chefia costumam ser centralizadores e autoritários, tendo suas relações profissionais marcadas pela subordinação dos profissionais sob a sua tutela. 

Os chefes estão focados na demanda de resultados acima de qualquer circunstância, sendo encarregados pela cobrança direta ou indireta dos colaboradores de cada equipe. 

Essa é uma figura que remonta à época da Revolução Industrial, um momento importante para o desenvolvimento econômico, mas que foi marcado pela exigência exacerbada do esforço físico em um ambiente de trabalho de alta pressão. 

Quais são as características de um chefe?

Determinadas características podem variar de pessoa para pessoa, mas, no geral, os chefes são conhecidos por apresentarem os seguintes traços em sua gestão:

  • Autoritarismo na coordenação das equipes;
  • Comunicação unilateral e centralizada; 
  • Foco em processos, não nas pessoas;
  • Dificuldade em fomentar um ambiente de livre troca entre colaboradores; 
  • Preferência por processos que atendam às suas expectativas; 
  • Cobranças exacerbadas; 
  • Culpabilização da equipe quando os resultados não atendem às metas.

O que é um líder?

O papel do líder, por outro lado, está relacionado a um método de gerenciamento horizontal, que tem como prioridade a inspiração e motivação das pessoas. Indiretamente, esse tipo de gestão é conhecida por otimizar resultados e impactar de maneira positiva e direta a produtividade das equipes. 

Líderes têm a capacidade de entender quais são os pontos fortes e fracos de cada colaborador, adaptando suas funções profissionais de acordo com as atividades que podem ser melhor aproveitadas por cada um deles. 

Além disso, líderes também proporcionam um ambiente de trabalho mais democrático, onde os profissionais têm a liberdade de dividir seus conhecimentos e ideias para tornar a corporação mais produtiva. O incentivo ao trabalho em equipe e a comunicação clara são duas das características mais destacadas dos líderes.

Quais são as características de um líder?

Líderes são conhecidos por proporcionar um ambiente de trabalho mais agradável e produtivo, incentivando o aprendizado. Entenda algumas das principais características da liderança:

  • Proporcionar um ambiente aberto ao diálogo e à exposição de novas ideias; 
  • Saber se comunicar claramente, principalmente quando comete erros; 
  • Criar uma cultura de feedback e constante evolução pessoal;
  • Respeitar as particularidades de cada colaborador e usá-las em prol da equipe;
  • Traçar estratégias para motivar seus colaboradores. 

Como um líder pode motivar uma equipe? 

Como pôde perceber, as diferenças entre chefe e líder não são sutis. Elas podem impactar diretamente a produtividade de uma equipe e, consequentemente, os resultados de toda a corporação.

Para garantir bons resultados, um profissional em posição de liderança deve se preocupar com a motivação dos seus liderados. Felizmente, existem algumas ferramentas que podem ajudar nesse processo, como: 

Incentivar a autonomia: o papel de um líder também é capacitar seus colaboradores e criar um ambiente dinâmico de tomada de decisões. Parte desse processo é conferir mais autonomia para as equipes, fomentando a prática de novas ideias. 

Promover a integração: para entender como uma equipe funciona, é preciso ter um olhar menos hierárquico e mais horizontal. Por isso, é importante se integrar no cotidiano desses profissionais e promover maior entendimento sobre todos os processos. 

Oferecer mais do que incentivos verbais: ter discursos inspiradores é importante, mas todos sabem como o incentivo financeiro pode ser mais efetivo. É por isso que muitas empresas têm adotado o benefício flexível como forma de incentivo à boa performance de seus profissionais. 

Se você quer saber mais sobre como os benefícios flexíveis podem ajudar na gestão de sua equipe, que tal navegar pelo nosso blog? Temos centenas de textos para te ajudar a promover um ambiente de trabalho mais produtivo e agradável. Acesse!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *