Protagonismo, autonomia e autorresponsabilidade guiam a OLX Brasil e a sua escolha pelos benefícios flexíveis

Quelma Oliveira, Gerente de Gente da OLX Brasil, comenta como a escolha pela Flash foi muito alinhada àquilo que é defendido pela OLX Brasil

Quelma Oliveira, Gerente de Gente da OLX Brasil, conversou com a Flash sobre como foi o processo de implementação dos benefícios flexíveis dentro da organização e quais foram os impactos dessa mudança entre os colaboradores e, até mesmo, dentro do dia a dia do próprio setor de Recursos Humanos.

Falando em RH, a profissional compartilhou também um pouco da sua visão pessoal sobre o setor, uma perspectiva muito romântica, acreditando firmemente que os profissionais precisam exercer suas funções com amor, tendo como foco fazer as pessoas felizes. 

Além disso, Quelma ainda conta como o básico bem-feito pode abalar estruturas, chamando atenção para o impacto que ações simples podem surtir. “Às vezes, ficamos almejando coisas muito complexas para impactar o dia a dia do colaborador, mas decisões muito simples, como a mudança de um cartão, podem impactar, de fato, a vida das pessoas”, sinaliza a profissional. 

Confira a entrevista completa da Quelma para a Flash logo abaixo!

Flash. Como você nos conheceu?

Quelma. Essa questão de benefício flexível ronda os nossos bastidores desde 2017. Viemos estudando possibilidades de como implementá-los dentro da OLX porque acreditamos que têm tudo a ver com a nossa cultura – que fala muito de protagonismo, autonomia e autorresponsabilidade. E, quando falamos em benefícios flexíveis, falamos também disso. 

A Flash é um player muito consolidado no mercado. Começamos a flertar, conversar e construir esse relacionamento. Por fim, entendemos que era o momento, muito estimulados também por essas questões relacionadas à pandemia e a não estarmos mais no escritório. 

“Entendemos que a Flash seria uma excelente parceira porque tem solidez e sustentação de operação. É importante olharmos para a experiência do nosso colaborador.” – Quelma Oliveira

A Flash é capaz de oferecer uma experiência sem fricção. Hoje temos o Flash [o cartão], e as pessoas gostam muito, acreditam na solução, gostam de ter a centralidade do benefício em um único lugar. Além disso, o meu time não tem trabalho nenhum, e o suporte é super bacana. Conseguimos conciliar os dois interesses: tanto a experiência do colaborador quanto a nossa operação – fluida, sem fricção ou impacto operacional no dia a dia –, cumprindo as obrigações e compromissos internos de forma muito tranquila.

Em relação à recepção dos colaboradores, foi um sucesso. Fizemos a pesquisa de clima e tivemos um resultado surpreendente: 98% das pessoas falaram que foi muito boa a implementação do benefício flexível, o uso do cartão. Começamos com uma primeira fase, com os benefícios mais financeiros, mas acreditamos ter gás para poder trazer outros fornecedores para dentro do cartão.

Sobre isso, queremos flexibilizar a saúde e o plano odontológico. E isso fez também com que acreditássemos na Flash, já que ela tem projetos relacionados a essa segunda fase – que é o nosso desejo. Entendemos que a Flash vai conseguir suportar a nossa operação e o dia a dia.

Eu penso que a Flash é uma grande bandeira e que colabora muito para a nossa cultura. Quando eu falo de atrair o candidato, isso super agrega para nós, porque temos o poder de conquista maior. A atração é um grande processo de encantamento, e a Flash contribui para isso. Mas não é o canto da sereia, é algo concreto. 

“O colaborador vai ter um único cartão em mãos em que todos os benefícios estão centralizados, podendo ser usado da forma que quiser, de acordo com as necessidades pessoais.” – Quelma Oliveira

Esse relacionamento entre Flash e RH OLX Brasil é a oportunidade de levantarmos a bandeira de que estimulamos, de verdade, o protagonismo e a autonomia. Se temos autonomia para escolher a nossa carreira, por que não ter autonomia para escolher como usar o benefício?

Conte uma história ou um case profissional que vai inspirar outros RHs a alcançarem os seus desafios profissionais. 

Tivemos dois grandes movimentos que acabaram culminando na necessidade de tomarmos uma decisão mais rápida [pelo benefício flexível]. O primeiro deles, sem dúvida, é a pandemia. A OLX não tem como se isentar dessa realidade mundial. O segundo é que, nesse mesmo período, passamos por um processo de integração, em que as nossas empresas tinham realidades de benefícios diferentes.

Quando falamos de pandemia, com todos os nossos colaboradores não estando mais no escritório, mas, sim, descentralizados – espalhados não só entre Rio e São Paulo, mas pelo Brasil –, temos a necessidade de oferecer para eles uma escolha verdadeira. Ofertar um cartão que o amarre ao refeição não é ofertar uma escolha verdadeira, já que ele está em casa, precisa fazer compras ou então possui outras necessidades. 

Escolhemos a Flash por conta disto: por entender que, estando em casa, exercendo as suas atividades no seu lar, ele precisa dessa escolha para atender às necessidades dele e sua família. Quando falamos em benefícios, não estamos falando de benefícios para a Quelma, mas para a família da Quelma, seja ela no formato que for. O colaborador precisa ser o protagonista dessa escolha. Enquanto responsáveis por esse processo de benefícios, temos que ofertar o melhor.

Se interessou pela Flash? Agende uma demonstração!
Temos uma equipe preparada para responder todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *