Os 6 melhores livros para gestores de Recursos Humanos!

Aprofunda-se nas melhores concepções organizacionais com ênfase na formação e na gestão de Recursos Humanos.

A gestão de Recursos Humanos é a função gerencial que alinha atitudes e métodos para desenvolver pessoas por meio do trabalho, seguindo táticas de atração, retenção e capacitação do capital humano.

Diante das transformações constantes no ambiente corporativo, ela deve acompanhar a inovação de tecnologias e a globalização da economia, bem como assumir novos conceitos administrativos, repensando os tradicionais que têm mostrado ineficiência em ambientes organizacionais.

Nesse contexto, de acordo com o relatório sobre tendências de gestão de pessoas em 2021, feito pelo Great Place to Work (GPTW), os principais temas a serem trabalhados este ano pelas empresas são a comunicação interna, a mudança de mindset da liderança e a flexibilização do trabalho.

Considerando estes fatores como decisões estratégicas para qualquer organização que queira prosperar hoje, amanhã e sempre, o objetivo deste artigo é apresentar 6 livros com diferentes abordagens sobre o tema em questão, para que você possa se tornar um exímio gestor de Recursos Humanos.

Boa leitura!

1. Descubra seus Pontos Fortes – Marcus Buckingham, Donald Clifton

Conforme a nova visão acerca da administração moderna das empresas e gestão de pessoas, desenvolver os próprios talentos dominantes até que se transformem em uma atividade positiva é uma estratégia de crescimento profissional que torna os gestores aptos a capacitarem e incentivarem as habilidades de seus funcionários.

Partindo dessa premissa, a nossa primeira recomendação é o best-sellerDescubra seus Pontos Fortes”, escrito pelo pesquisador mais proeminente do mundo em pontos fortes e liderança no trabalho, Marcus Buckingham, em coautoria com Donald Clifton, psicólogo e empresário estadunidense.

A proposta dos autores é apresentar um programa que auxilia no reconhecimento e afloramento de suas maiores habilidades, através de um teste desenvolvido pelo Gallup Institute que foi construído a partir do cruzamento de respostas em 2 milhões de entrevistas conduzidas com gerentes sobre percepções e comportamentos.

Por meio dessa leitura enriquecedora, você aprenderá a se conscientizar de que tem talentos únicos e duradouros para, então, aprimorar os seus pontos fortes e de seus liderados, lapidando-se profissionalmente como gestor de Recursos Humanos e tornando-se a melhor versão de si mesmo.

2. O Gestor Eficaz – Peter Drucker

Considerado um dos maiores pesquisadores do século XX e o pai da gestão moderna, Peter Drucker construiu seu legado através de obras marcantes que impactam profissionais e empresas até os dias atuais, das quais podemos citar “O Gestor Eficaz”, focada no comportamento e gestão de altos executivos.

Nesse clássico de 1966 que se tornou um sucesso em vendas, o célebre autor traz à tona assuntos simples e de fácil execução sobre o universo da gestão eficaz, analisando três princípios essenciais para a sua formação: organização do tempo, autodesenvolvimento e tomada de decisão correta.

Segundo Drucker, este é o conjunto básico e padrão de habilidades pessoais a serem desenvolvidas pelos executivos – gestores ou profissionais individuais que tenham impacto significativo sobre o desempenho e os resultados do todo, focando na contribuição externa e tomando decisões eficazes.

Portanto, essa é uma leitura obrigatória a todos que desejam somatizar seus espíritos de liderança e fazer a diferença ao próximo, sustentando a empresa para que os colaboradores estejam sempre motivados, bem treinados e bem alinhados com os objetivos organizacionais.

3. Muito Além da Hierarquia – Pedro Mandelli

Se você é um gestor de Recursos Humanos que está em busca da alta performance de sua equipe e da empresa, como um todo, deve conhecer e estudar mais a fundo a premiada obra “Muito Além da Hierarquia”, apontada pela Revista Exame como um dos 10 livros obrigatórios para executivos.

Nesse verdadeiro manual sobre gestão de pessoas e liderança, Pedro Mandelli ensina a assumir o perfil de gestor que valoriza as pessoas e seus processos de desenvolvimento, apresentando todas as ferramentas necessárias para evoluir suas competências e fazer um autodiagnóstico gerencial.

O autor, que é um dos mais influentes e reconhecidos consultores do Brasil, explica como aumentar a credibilidade perante o time e a empresa, trabalhar em prol da inovação, evitar as armadilhas organizacionais e desenvolver a infraestrutura de desempenho.

De fato, suas lições serão de grande valia para os gestores que almejam elevar substancialmente seus níveis de contribuição a qualquer empresa e conquistar a plena realização profissional, tornando-se um líder além da hierarquia!

4. Um Novo Jeito de Trabalhar – Laszlo Bock

A gigante de tecnologia Google tem raízes muito profundas na sua cultura de gestão de pessoas que a tornaram uma das mais criativas e bem-sucedidas empresas do mundo e, por isso, o best-seller do The New York Times, “Um Novo Jeito de Trabalhar”, não poderia faltar na nossa lista!

Laszlo Bock, que foi vice-presidente sênior das operações ligadas a pessoas no Google e fez a organização ser eleita mais de 100 vezes como uma empregadora excepcional, descreve nesse livro as estratégias utilizadas para transformar o seu capital humano em um dos mais eficientes e satisfeitos do século XXI.

Em suma, o autor analisa os conceitos de liderança que fogem ao convencional, oferecendo para seus leitores ensinamentos únicos sobre valorização dos recursos humanos de uma empresa, descentralização da liderança, potencialização das competências de cada indivíduo e autonomia aos colaboradores.

Simplesmente inspiradora, prática e ousada, essa leitura irá transformar a sua filosofia quanto à gestão de pessoas, de forma que você mantenha os melhores talentos em seu negócio e garanta que eles se desenvolvam cada dia mais, revolucionando o ambiente de trabalho e as ferramentas tradicionais de gestão!

5. O Princípio de OZ – Roger Connors, Tom Smith, Craig Hickman

O accountability é um conceito que traduz, essencialmente, o compromisso em relação às atividades corporativas e à conduta dentro de uma empresa, e pode ser visto como um pilar da gestão de pessoas e da cultura organizacional, uma vez que permite a promoção da autorresponsabilidade entre os colaboradores.

Esta metodologia é amplamente abordada no best-seller do The New York Times e do The Wall Street Journal, “O Princípio de OZ”, que já soma mais de meio milhão de cópias vendidas e se revelou como um dos livros de liderança empresarial mais influentes e impactantes dos últimos tempos.

Nele, os autores Roger Connors, Tom Smith e Craig Hickman ensinam como ter transparência e responsabilidade nas ações de forma escalável, oferecendo um guia simples que contém o passo a passo para promover o accountability na prática, que se dá por meio de seus 4 pilares: Ver, Assumir, Resolver e Fazer.

Cumpre salientar que todos os seus aprendizados fundamentam-se na metáfora da história clássica “O Mágico de Oz”, em que ilustra o impacto positivo da responsabilidade pessoal na busca por resultados surpreendentes, sendo esta uma leitura imprescindível para gestores que queiram fortalecer sua equipe e construir soluções de longo prazo.

6. Mapeamento Comportamental – Rafael Zandoná, et al

O mapeamento comportamental surgiu com o propósito da humanidade se entender melhor, e transformou-se em um processo de grande importância para a gestão estratégica de pessoas, visto que identifica as competências dos colaboradores, soluciona conflitos e melhora os relacionamentos e a produtividade da equipe.

E para tratar desse assunto tão relevante ao tema deste artigo, falaremos um pouco mais sobre o livro “Mapeamento Comportamental”, que reúne 29 textos, escritos por diferentes especialistas, psicólogos e empresários, a fim de destrinchar os métodos e as aplicações da análise comportamental humana.

Os autores da obra apresentam uma variedade de ferramentas rápidas e ágeis como DISC, Método GDS e Solides para analisar os perfis de seus liderados, indicar a melhor área de trabalho e as principais competências de cada um deles, sendo estes fatores diferenciais para o setor de recrutamento e seleção de RH.

Ademais, discorrem sobre a aplicação do mapeamento comportamental voltado para o autoconhecimento e o autodesenvolvimento que possibilitam a compreensão da origem de nossos hábitos e atitudes, os quais são a chave para o sucesso pessoal e profissional.

A valorização do capital humano como um diferencial para o êxito organizacional!

Tendo em vista a importância do capital humano para o sucesso organizacional, seu desenvolvimento é uma constante engrenagem que não pode parar.

Investir no fator humano dentro de uma empresa significa lapidar lideranças, harmonizar suas potencialidades e encontrar nas competências, habilidades e atitudes o segredo para estar à frente da competitividade do mercado.

É possível concluir que as pessoas são o mais importante patrimônio de que as empresas dispõem, e sua gestão atuante é a única plataforma sustentável para o crescimento e o alto desempenho corporativo.

Isto posto, esperamos que os livros sugeridos neste artigo repercutam em suas ações posteriores como gestor de Recursos Humanos, propiciando um ambiente de trabalho mais produtivo, saudável e motivador, e intermediando as necessidades da organização com os interesses de seus colaboradores!

Este post foi produzido pela equipe do PocketBook4You, uma plataforma que oferece centenas de resumos de livros dos maiores autores e best-sellers da atualidade, e tem como principal missão levar conhecimento diversificado que se encaixa no dia a dia de cada um dos seus usuários, ao redor do Brasil e do mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *