Home Office e bem-estar do colaborador: Como isso ajuda na produtividade?

No Brasil, a modalidade de trabalho home office surgiu oficialmente em 1997 durante o Seminário Home Office/Telecommuting – Perspectivas de Negócios e de Trabalho para o Terceiro Milênio.

Contudo, o trabalho remoto começou a se consolidar recentemente com a expansão das redes de comunicação, popularização do acesso à internet e aos dispositivos móveis. A pandemia causada pelo novo coronavírus em 2020 também contribuiu para essa consolidação, já impôs medidas de restrição à circulação e aglomeração de pessoas.

Como a crise sanitária compeliu empresas e colaboradores a adotarem o home office sem que estivessem preparados, o que parecia uma solução logo se tornou um desafio, tendo em vista que os colaboradores podem apresentar dificuldades em separar o horário de trabalho do horário de descanso e convivência familiar. Além disso, o ambiente residencial pode não proporcionar o silêncio necessário para que o colaborador consiga focar nas atividades profissionais sem interrupções, a infraestrutura pode não ser ergonômica o suficiente para manter o bem-estar físico, e o computador, a internet e outros materiais de trabalho podem apresentar uma qualidade inferior se comparados à infraestrutura da empresa.

Todos esses fatores podem impactar a produtividade dos colaboradores, trazendo prejuízo às empresas. Além disso, as dificuldades experienciadas pelos colaboradores lhes causam estresse, esgotamento e ansiedade, pois eles não conseguem cumprir as atividades com a mesma produtividade.

Diante desse cenário, era preciso encontrar meios que garantissem o bem-estar dos colaboradores que atuam em regime home office. Assim, a solução encontrada foi a disponibilização de benefícios que auxiliassem na estruturação de um local de trabalho adequado dentro de casa. 

Caso você tenha se interessado pelo assunto e deseja saber como o bem-estar do colaborador interfere na produtividade no home office, confira o post!

Quais são as vantagens de oferecer benefícios aos colaboradores que atuam em home office?

Diminuição do absenteísmo

O absenteísmo é um padrão de comportamento caracterizado pela ausência no local de trabalho em razão de atraso, falta de motivação, adversidades ou doença. 

Por conta dos aspectos mencionados previamente – como dificuldade de separar o horário de trabalho do horário de descanso e lazer, problemas físicos oriundos da falta de ergonomia ou problemas emocionais devido ao estresse –, o absenteísmo pode aumentar a jornada de trabalho home office.

Nesse sentido, oferecer um auxílio home office pode contribuir para diminuir esse problema, pois, com o incentivo, o colaborador pode organizar um ambiente de trabalho adequado dentro de casa.

Aumento da produtividade

Ao dispor de um ambiente de trabalho adequado para executar as atividades laborais, é possível que a produtividade aumente, pois o absenteísmo diminui, o colaborador pode investir em mesa e cadeira de escritório ergonômicas que facilitam o trabalho, contratar um plano de internet mais ágil ou até mesmo subsidiar o aluguel de uma moradia maior que contenha espaço para montar um escritório, caso a residência atual não disponha de espaço.

Conheça o benefício Auxílio Home Office da Flash

Melhor do que um benefício corporativo, é um benefício corporativo flexível, como o disponibilizado pela Flash.

O Auxílio Home Office da Flash garante maior autonomia e liberdade na gestão de incentivos corporativos, uma vez que oportuniza a negociação e adaptação do benefício às reais necessidades dos colaboradores.

Para isso, a Flash disponibiliza um sistema de gestão de benefícios e cartões corporativos, a fim de que os colaboradores façam uso dos incentivos a partir do saldo concedido pela empresa para essa finalidade, garantindo, assim, o uso adequado do auxílio e a saúde financeira da empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *