Entenda passo a passo o processo de Transformação Digital do RH da Petrobras

Uma das últimas palestras do quinto dia do RH Summit foi: Entenda passo a passo o processo de Transformação Digital do RH da Petrobras, com Danilo Garbazza, gerente de soluções digitais e analíticas do RH da empresa. Danilo apresentou um case da Petrobras e compartilhou um pouco sobre assuntos ligados à transformação digital e RH. 

Uma das últimas palestras do quinto dia do RH Summit foi: Entenda passo a passo o processo de Transformação Digital do RH da Petrobras, com Danilo Garbazza, gerente de soluções digitais e analíticas do RH da empresa. Danilo apresentou um case da Petrobras e compartilhou um pouco sobre assuntos ligados à transformação digital e RH.

image1-Jun-28-2021-07-22-50-56-PM

O painel começou apresentando que é um grande desafio falar de inovação em RH. No caso da Petrobras, são mais de 700 funcionários no setor, e qualquer projeto possui um impacto muito grande.

Danilo compartilhou que o grande foco da empresa estava na experiência do colaborador e na transformação do RH, na tentativa de estar ligado à maior estratégia da organização, com a atenção também à transformação digital. Dessa forma, o movimento era usar as tecnologias para trazer cada vez mais eficiência para o negócio.

O projeto de RH digitalizado funciona com equipes dedicadas, trabalhando articuladas com o setor de tecnologia. No caso da Petrobras, há o foco em processos, tecnologia e pessoas, ou seja, não é uma transformação digital apenas atrelada a práticas sustentáveis. Também há um movimento para a automatização dos processos, people analytics e uma prática que seja sustentável ao longo do tempo.

Outro ponto levantado foi a importância de entender como trabalhar as mudanças e seus impactos, compreendendo como isso é refletido nas pessoas. No caso da Petrobras, houve uma centralização do RH com a presença do business partner.

O palestrante também compartilhou os cinco pilares importantes desse processo:

  • Redução dos esforços transacionais do RH, tornando-o mais estratégico;
  • Melhora na experiência do colaborador;
  • Extração do valor dos dados;
  • Governança de dados;
  • Desenvolvimento de um mindset digital.

Além disso, segundo Gabazza, a transformação digital vai acontecer por meio das pessoas, mas elas podem não entender ainda como a tecnologia vai ajudá-las no dia a dia, criando resistência à transformação. Para isso, é importante trazê-las para perto, mostrando como a tecnologia pode ser benéfica de forma bem prática e objetiva.

“O propósito é criar uma comunidade de RH engajada digitalmente” – Danilo Garbazza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *