Cultura: do diagnóstico a como mantê-la remotamente

O terceiro dia do RH Summit contou com a palestra Cultura: do diagnóstico a como mantê-la remotamente, apresentada por Guilherme Marback, sócio-diretor e head de cultura organizacional da Crescimentum. 

O terceiro dia do RH Summit contou com a palestra Cultura: do diagnóstico a como mantê-la remotamente, apresentada por Guilherme Marback, sócio-diretor e head de cultura organizacional da Crescimentum.

image4-Jun-24-2021-05-07-18-16-PM

O painel começou com o fato de que toda organização tem a sua cultura, sendo ela independente da vontade empresarial. A cultura, inclusive, é um assunto que está muito em voga, e é bastante relevante em todos os processos.

Apesar disso, é um desafio trazê-la para a pauta das organizações. Sozinha, a cultura não possui graus de certo ou errado, mas é uma importante dimensão do negócio, não possuindo um significado independente, mas se conectando dentro das gestões.

“Cultura nasce e cresce dentro dos valores dos líderes do passado e presente” – Guilherme Marback

Segundo o palestrante, a cultura sustenta a estratégia e possui, por si só, tempos muito distintos, sendo uma questão antropológica. Além disso, ela está completamente ligada aos líderes, sendo necessário estar com ela na consciência para conseguir gerenciar.

“Líder é quem gera a cultura” – Guilherme Marback

Os líderes orientam encorajando o comportamento das pessoas, isto é, manifestando reação imediata em relação a esse comportamento e comunicando o que a empresa espera delas. É estratégico, portanto, compreender que o comportamento sustenta a estratégia do negócio.

“O líder é todo aquele capaz de influenciar o comportamento de outra pessoa” – Guilherme Marback

Quanto mais poder o líder tem, mais influência possui no comportamento.

Uma cultura alinhada tem o mesmo senso de propósito. Os líderes precisam estar alinhados ao mesmo conjunto de valores. É missão do RH o fortalecimento dessa cultura, coordenando todo o processo e promovendo alinhamento entre a liderança.

Em relação ao período remoto, nas culturas que são maduras e estáveis, não se altera nada, apenas ferramentas e tecnologias são usadas. Assim, as empresas precisam prover tecnologias para as pessoas poderem se relacionar com plenitude.

Além disso, o período atual permite estar mais junto do que éramos, apesar da ausência do espaço físico, fazendo com que a figura do líder seja ainda mais relevante. Ele precisa criar um ambiente seguro para que as pessoas se expressem, o que influencia o fortalecimento da cultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *