Conhece-te a ti mesmo: o primeiro passo da gestão de pessoas é conhecer seu time

A segunda palestra do RH Summit foi realizada por Cinthia Santini, consultora GPTW, com o tema: Conhece-te a ti mesmo: o primeiro passo da gestão de pessoas é conhecer seu time.

A segunda palestra do RH Summit foi realizada por Cinthia Santini, consultora GPTW, com o tema: Conhece-te a ti mesmo: o primeiro passo da gestão de pessoas é conhecer seu time.

image2

A palestrante começou sua fala abordando a função de uma pesquisa no ambiente de trabalho, a qual serve para medir o clima e a temperatura desse ambiente (sendo o clima organizacional a sensação que os colaboradores e demais pessoas que fazem parte da empresa possuem no dia a dia de trabalho das organizações).

Dessa forma, a palestra teve como foco evidenciar a importância das empresas se conhecerem para começar a sua jornada na transformação do ambiente de trabalho.

Quando Santini nomeia o título da palestra com o ínicio “Conhece-te a ti mesmo”, ela não fala do fundador ou CEO da empresa, mas da organização como um todo, tratando especialmente de como os colaboradores se sentem ao atuar na empresa.

Ouvir os funcionários e reconhecer sua percepção sobre o ambiente de trabalho, bem como ouvir as lideranças da empresa sobre as políticas e práticas realizadas, é o primeiro passo para fazer uma transformação efetiva que realmente gere resultados.

Nesta palestra, a consultora tratou de questões muito importantes sobre as melhores maneiras de usar as pesquisas de clima de forma produtiva para a empresa. Um dos principais pontos diz respeito à fundamentalidade das pesquisas serem realizadas de maneira periódica para que a medição seja mais eficaz.

A palestrante expôs que fazer mudanças sem o conhecimento obtido por meio das pesquisas de clima organizacional é como dar um tiro no escuro. Inclusive, as empresas já estão cientes desse aspecto, tanto que milhares de organizações, em dezenas de países, já realizam esse tipo de pesquisa.

Além disso, foi abordado que o momento de escuta é fundamental para o autoconhecimento da empresa. A escuta, nesse sentido, não se trata de dar voz apenas aos colaboradores, mas também ao mercado e a outras empresas que já são locais de excelência para trabalhar.

Ao se dar a oportunidade de ouvir, a empresa também consegue reter talentos e fazer com que as pessoas desejem trabalhar na organização. Para isso, é importante, por exemplo, saber o que mantém os funcionários na sua organização.

Santini trouxe dados muito interessantes em relação a esse aspecto. Veja porque as pessoas ficam em uma empresa:

  • Oportunidade de crescimento (42%);
  • Qualidade de vida (26%);
  • Alinhamento de valores (16%);
  • Remuneração e benefícios (13%);
  • Estabilidade (2%).

Cada aspecto conta com uma grande importância dentro do ambiente de trabalho, sendo que cada colaborador permanece na empresa por um motivo diferente. Assim, a palestrante pergunta:

“Na sua empresa, qual é o principal vínculo dos colaboradores?” – Cinthia Santini

Sabendo o vínculo dos seus colaboradores, você consegue direcionar as práticas mais relevantes e adequadas para a sua organização ter melhores resultados.

Além desses aspectos, Cinthia demonstrou que, ao fazer esse tipo de medição baseada no clima organizacional da sua empresa, também é possível medir a confiança dos seus colaboradores, a efetividade da liderança, os resultados do negócio, as possibilidades de inovação e os valores que fazem parte do dia a dia das pessoas.

Entendendo esse conjunto de aspectos, é possível traçar estratégias para que o clima da empresa seja mais saudável. Isso faz com que as pessoas tenham vontade e motivação para entregar o seu melhor dentro da empresa.

A palestrante também trouxe algumas reflexões sobre a inovação dentro das empresas. Foram abordadas questões relacionadas à cultura da inovação e o que faz com que os profissionais se sintam confortáveis e motivados a fazer parte disso.

“A cultura de inovação é gerada por um ambiente onde as pessoas têm autonomia e são estimuladas pela liderança para inovar”

Chegando próximo ao final da palestra, a consultora mencionou a “Jornada da Liderança”, a qual é composta por cinco estágios:

  • Inconsciente;
  • Aleatório;
  • Transacional;
  • Bom líder;
  • Líder for all (principal estágio da liderança).

Foi ressaltado que fazer a avaliação para entender em qual estágio estão os líderes da empresa é extremamente importante para melhorar os resultados da empresa de modo geral:

“Quanto mais preparado o líder, mais produtividade, mais agilidade, mais inovação e menor turnover ele gera para a organização”

Por fim, a palestrante mencionou alguns aspectos relacionados ao Environmental, Social and Corporate Governance (ESG). Ela perguntou aos participantes do evento se as empresas já estão tratando do social (S) de acordo com o que os investidores esperam. Afinal, isso pode aumentar os investimentos e até mesmo melhorar o retorno de investimentos para os acionistas.

Ao final de uma palestra extremamente dinâmica e produtiva, a mensagem deixada pela palestrante foi:

“Ouça as pessoas, conheça suas fortalezas e seus desafios para que a sua equipe de liderança esteja cada vez mais preparada e atenta ao que precisa ser melhorado e, com isso, fazer com que o seu ambiente de trabalho seja incrível!” – Cinthia Santini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *