Como proporcionar um ambiente seguro para a mulher no ambiente de trabalho

A palestra Como proporcionar um ambiente seguro para a mulher no ambiente de trabalho fez parte do quarto dia do RH Summit, com Fernanda Nogueira, gerente de expansão de negócios da saúde feminina da Bayer, e Thaís Emy Ushikusa, gerente médica da saúde feminina da Bayer.

A palestra Como proporcionar um ambiente seguro para a mulher no ambiente de trabalho fez parte do quarto dia do RH Summit, com Fernanda Nogueira, gerente de expansão de negócios da saúde feminina da Bayer, e Thaís Emy Ushikusa, gerente médica da saúde feminina da Bayer. A palestra abordou a criação de um ambiente empresarial seguro para mulheres a partir da reflexão sobre particularidades femininas.

image5-Jun-24-2021-06-01-29-21-PM

A pauta feminina não dá pra ser ignorada, ou esse ambiente seguro não será possível de ser desenvolvido para todas as mulheres. É necessário que as empresas escutem os questionamentos dessas profissionais e entendam quais são as situações biológicas, por exemplo, que alteram seus comportamentos.

Essas situações biológicas estão relacionadas a questões de saúde feminina. As empresas têm que assegurar que determinadas realidades, como uma gestação e a própria licença maternidade, não vão interferir no trabalho, acarretando, por exemplo, um desligamento.

Outros pontos importantes que foram levantados, e que precisam ser refletidos, são o planejamento reprodutivo, o desejo de ter ou não filhos, a questão das ISTs e prevenção, os cânceres exclusivamente femininos, oscilações hormonais, entre outros. Esses aspectos podem, inclusive, interferir diretamente no plano de carreira dessa mulher. Então, é necessário conseguir formas de criar uma conscientização a nível organizacional para que isso não ocorra.

Assim, o painel, em suma, trouxe pontos que exemplificam a necessidade de criar diálogos saudáveis sobre saúde feminina, a criação de uma empresa segura para o acolhimento de mulheres e como essa inclusão feminina no mercado de trabalho pode ser, de fato, verdadeira. Deve-se garantir saúde, bem-estar e princípios de empoderamento.

“É preciso tornar a empresa amiga da mulher, segura para a mulher” – Thaís Emy Ushikusa

Outro ponto levantado foi a equidade de gênero, que está diretamente ligada a essas questões de saúde, sendo um ponto fundamental para garantir a inclusão. A palestra mostrou que é muito difícil conseguir recursos, tempo e se conectar com profissionais de saúde para garantir que as estratégias estejam sendo postas em prática.

“É preciso tomar consciência de que a inclusão não é apenas abrir uma vaga específica para mulher, mas se preocupar com outras esferas dessa profissional” – Fernanda Nogueira

O home office criou situações de humanização nas relações de trabalho, uma vez que a vida profissional adentrou o território da vida pessoal. Assim, é necessário entender que a mulher é uma pessoa, possui características, particularidades e aspectos da vida pessoal que precisam ser levados em consideração.

“Mulher poder ser mulher, com suas características e particularidades, livremente” – Thaís Emy Ushikusa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *