Como eliminar as burocracias do RH através da revisão de processos e uso da tecnologia

No primeiro dia do evento RH Summit, ocorreu a palestra Como eliminar as burocracias do RH através da revisão de processos e uso da tecnologia, com Leonardo Tomadon, gerente de vendas externas da Pipefy.

No primeiro dia do evento RH Summit, ocorreu a palestra Como eliminar as burocracias do RH através da revisão de processos e uso da tecnologia, com Leonardo Tomadon, gerente de vendas externas da Pipefy.

image5

A palestra teve como objetivo esclarecer por onde começar para eliminar as burocracias do processo, oferecendo insights importantes para que elas sejam extintas com o uso de tecnologia e revisão de processos.

O primeiro questionamento da palestra foi: de que forma o RH pode trazer para a consciência se está havendo um processo de burocratização ou não? Para isso, o ponto de partida principal é compreender quem é o cliente nos diferentes processos (pode ser um candidato em um processo seletivo, um colaborador ou um gestor), sendo necessário entender as diferentes pessoas que são atendidas pelo RH.

Após o primeiro momento, é indicado perceber o que é valor para essas pessoas, não para o RH, já que o cliente deve estar no meio. Por fim, deve-se contrastar o que existe e o que realmente agrega valor ao cliente final em paralelo com o que agrega valor somente ao RH.

“O que eu consigo manter de burocracia interna sem afetar negativamente a experiência do cliente?” – Leonardo Tomadon

Na palestra, ainda foi abordada a falta de uma reflexão diária sobre os processos, indicando que o RH deve estar refletindo constantemente sobre isso.

“O que é burocracia para você, pode gerar valor para o seu cliente” – Leonardo Tomadon 

Ou seja, quem dita a regra é o cliente interno!

Ainda foi indicado que se deve olhar para as etapas e se questionar sobre em que elas estão agregando. É comum herdar processos sem haver um questionamento sobre os motivos da existência daquilo ou se ainda faz sentido tê-lo. Então, é preciso refletir: qual problema determinada etapa resolve? Qual é a sua função?

Além disso, precisa-se voltar um pouco e pensar no processo antes da etapa em si (qual é o seu objetivo?), para assim refletir com o que continuar, o que deve ser melhorado e o que precisa ser removido.

Ao final, abordou-se a questão da tecnologia como grande facilitadora, visto que todo processo envolve tecnologia e ela é uma forma de desburocratizar e de empoderar as pessoas, fornecendo agilidade e inovação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *