Como benefícios flexíveis ajudam na alimentação saudável

Muitas pessoas não sabem, mas a adoção de benefícios flexíveis pode auxiliar as equipes a terem maior qualidade de vida e até uma alimentação saudável.

Muitas empresas e colaboradores não sabem, mas a adoção de benefícios flexíveis pode auxiliar os funcionários a terem maior qualidade de vida e até uma alimentação saudável.

Muitos já ouviram falar em benefício flexível que foge do padrão tradicional de benefícios e é visto por colaboradores (e futuros colaboradores também) como um diferencial dentro de empresas. Hoje, a maior parte das companhias e empresas oferecem um pacote fixo de benefícios, que é chamado Programa Tradicional. Por isso, a ideia de flexibilizar essa oferta surge de uma tendência internacional.

benefícios-e-alimentação-saudável

O que é benefício flexível?

No modelo tradicional, quando as empresas criam seu pacote de benefícios, elas estabelecem exatamente o que os funcionários poderão receber. São itens básicos que incluem plano de saúde, seguro de vida e algumas opções de lazer e vantagens para a aposentadoria. Porém, quando a empresa opta pelo modelo de benefícios flexíveis, ela cria um pacote bem mais amplo e inclui opções não tradicionais. Então, cada funcionário tem direito a escolher quais itens desse amplo pacote deseja receber.

No modelo flexível, em vez de a empresa definir o pacote de benefícios para os colaboradores, o RH define (baseado na política de remuneração e benefícios da empresa) quais benefícios o colaborador utilizará. Outro ponto interessante é a facilidade de poder mudar esses benefícios fornecidos sem precisar, necessariamente, aumentar o valor.

Assim, o benefício flexível apoia de forma verdadeira o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida de um colaborador, pois está alinhado ao estilo de vida de cada um.

Por que fornecer os benefícios flexíveis?

  • Propicia a todos os funcionários a escolha de benefícios que se encaixem melhor às suas necessidades individuais;
  • Pode auxiliar funcionários a buscarem um estilo de vida mais saudável, desde uma alimentação saudável até a prática de exercícios físicos com planos de academia;
  • Garante que todos os funcionários, independente de suas preferências pessoais, estejam mais satisfeitos com os benefícios recebidos;
  • É eficaz para equipes mais jovens, na faixa etária entre 20 e 30 anos, pois esses profissionais valorizam a liberdade de escolha;
  • Com a satisfação, também há a tendência de aumento na motivação da equipe e, consequentemente, na produtividade e no desempenho;
  • Pode produzir um impacto positivo na atração e retenção de talentos;
  • Fazendo o devido monitoramento do histórico de opção dos funcionários, é possível desenhar estratégias para reduzir custos com benefícios;
  • Para as empresas multinacionais, a adoção desse modelo permitirá alinhar a política de benefícios com a praticada na matriz, já que o modelo flexível é amplamente empregado no exterior.

A importância dos benefícios flexíveis

Seguindo as indicações e tomando os devidos cuidados, o sistema de benefícios flexíveis pode ser uma inovação importante para a motivação dos funcionários, como também a atração e retenção de talentos.

Os funcionários terão maior entendimento e poder de escolha sobre a sua remuneração, enquanto a empresa também passa a ter maior controle sobre os custos do programa a longo prazo.

Como as diversas opções buscam atender às necessidades dos funcionários, isso acaba reduzindo a pressão por novos benefícios com o passar do tempo. Assim, os benefícios flexíveis ajudam não apenas os colaboradores, como também a própria empresa.

Como o benefício flexível pode auxiliar na alimentação saudável do colaborador

Quando o benefício de alimentação (como vale-refeição ou vale-alimentação, por exemplo) fica restrito, os colaboradores tendem a escolher lugares e estabelecimento para se alimentar que aceitam esse cartão benefício como pagamento e não escolhem necessariamente os estabelecimentos que oferecem uma alimentação saudável.

Com os benefícios flexíveis, o critério fica a partir do funcionário. Desta forma, ele tem a opção de poder escolher o estabelecimento que oferece refeições e alimentos mais saudáveis e, assim, dá prioridade à alimentação saudável, pois ele não se baseia apenas no lugares que vão aceitar o benefício como forma de pagamento.

Assim, o funcionário se alimenta com maior qualidade, aumenta a sua qualidade de vida e evita problemas futuros ligados à uma alimentação pouco nutritiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *